segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Mangá - Prophecy de Tetsuya Tsutsui

Prophecy - Tetsuya Tsutsui da Editora JBC 

"Eu vou anunciar o que vai acontecer amanhã" 

Vamos iniciar a semana com mangá, eu gosto muito da cultura japonesa. Animes e mangás foram que contribuirão gostar muito do Oriente, uma cultura muito vasta e diferente do lado Ocidental. 

Eu estou numa fase de não ver muitos animes, só estou vendo o que eu já estava acompanhando (Naturo, One Piece, e outros), e estou lendo mais mangás, principalmente o que estão saindo no Brasil. Está sendo lançados muitos títulos, que muita vezes é quase difícil de acompanhar os lançamentos, estou preferindo os títulos pequenos ou que eu sei em quantos volumes vão acabar, ( que acaba sendo difícil, pois o mangaká pode estender as publicações). 

O mercado brasileiro está crescendo apesar de que ainda o mundo dos mangás no Brasil é um nicho muito pequeno, e tem muita gente fala que não não tem mangás legais, mais também não compras os que saem e claro que as editoras tem medo de arriscar em trazer um possível mangá que goste, principalmente hoje que, com a crise não se pode dar um passo antes que seja muito bem calculado, os prós e contras da situação. Mas vamos ao Prophecy! 
Prophecy ou Yokokuhan em japonês,  é um mangá de Tetsuya Tsutsui da Editora JBC, com 3 volumes, que tem como o tema principal: a internet. Como eu já disse anteriormente, eu não vou fazer uma analise critica sobre a obra, falar superficialmente. O que eu gosto de falar são os sentimentos que eu sinto quando estou lendo, o que fiquei refletindo, depois que eu li, eu acho isso mais importante do que eu ver a obra toda tecnicamente, e se tem alguma coisa técnica que eu gostei e que vela ressaltar, eu irei falar. por esse motivo que eu nem gosto de chamar meus relatos de resenhas.  E também, eu quase não consigo falar sem dar spoiler, mais vou tentar não fazer, então sintam-se avisados. Prophecy é um Seinen (segmentação de mercado do japão que corresponde: Homens entre 18 a 25, serie um jovem adulto para homens, na tradução literal). 

O tema contemporâneo ressalta bem o que estamos vivendo, a internet é o  um meio que não pode ser ignorado tudo que é postado pode ser bom ou mal, que fazer você ficar famoso e querido como também famoso e odiado, essa segunda opção é a mas fácil de se fazer,  como aprendi nas aulas na faculdade de comunicação social: uma noticia boa é espalhada para 6 pessoas, uma noticia ruim é espalhada para 14 pessoas, e com a internet a velocidade é que a noticia é propagada é tão absurda, que se as pessoas soubessem disso, elas iriam pensar três vezes antes postar alguma coisa na internet. 

O enredo todo é bem bolado, o mangá é bem fechado,  por ele ser pensando em 3 volumes não tem muitas pontas soltas. O enredo bem simplificado, são um grupo de 4 jovem, mais o principal que aparece nos videos é o Jornal: nome que ele se intitula nos videos, que fazer punição publicas na internet com pessoas que fizeram alguma coisa ruim na vida, e não é de conhecimento das pessoas. E com essa exibição na internet, um equipe da policia especializada em crimes cibernéticos está investigando os crimes.    

Quando eu estava lendo eu fiquei pensando isso não acontece de verdade, quando eu estava escrevendo, eu lembrei de um fato, dos videos de execuções de pessoas dos terrorista no oriente médio, fica bem claro como a internet tem esse poder, eu não sei se tem internautas (deve ter) incentivando esse atos, não quero entrar em detalhar políticos e sócios-culturais pois esse é um assuntos muito delicado e complexo. 

E também tem um assunto que foi abordado em Prophecy, que já vi aqui no Brasil surgir assunto. No mangá tem um deputado que quer ganhar popularidade do os acontecimentos dos videos do Jornal e tem uma proposta de que todo as pessoas que usarem a internet  não poderão ser anônimas, tendo que usar seu nomes verdadeiros e fotos para serem condenados pelo que postam se for de fator criminoso.  

Aqui no Brasil,  eu vi  que um deputado tinha uma proposta de todas as pessoas que forem postar na internet, qualquer coisas, tinha que fornecer o CPF para aceitar, imagina, curti no facebook tem que fornecer o seu CPF, que é absurdo, pois o CPF é um documento privado que você não sai colocando em qualquer lugar, alem de que, somos um país livre, com liberdade de expressão, e a pessoa tem o direito de não querer se reconhecida. (Só estou falando das coisas boas e legais da internet, pois se querem condenar quem usa a internet para mal, tem que achar uma maneira que não vai lesar os outros milhões de pessoas). Nem vou falar de como ele iriam rastrear todos os CPF por dia que é usado na internet, teria que um plataforma gigantesca e muito recurso. 
O final, não posso dizer que foi imprevisível, mas também não foi muito obvio, os elementos estavam pelo mangá todo, mais você não diria que ele fizeram tudo o que fizeram só para encontrar o pai do amigo que morreu, eu só pensei nisso no ultimo volume e foi as ultimas das minhas teorias. 

A arte é bem bonita, ela tem característica realista, e deixa a atmosfera do mangá bem atual. A capa do volume 1 é a mais bonita, o Jornal na capa com a camiseta dos aplicativos deixa a gente curioso do que se trata o mangá. A folha é um pouco mais grossa dos mangás que você vê por ai, é muito bom. 
No interior da capa é colorido dos dois lado e juntos foram um quadro, e o valor é R$ 13,90 cada mangá, pelo papel e pela capa colorida está OK. Por ser uma titulo bem curto, a JBC pode investir na qualidade do papel e da capa colorida, se fosse um titulo longo com certeza não teria essa qualidade. 


Bjokas, até a próxima! 

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Look do Dia - Vestido Floral da Quintess

Vertido Floral Plus Size Quintess
Hoje tem Look do Dia, usei esse look para ir num aniversario de uma amiga, foi a noite e estava meio friozinho e coloquei um casaco para acompanhar. Se você não viu, (clique aqui), eu fiz um post sobre a compra do vestido e o cinto no site da Posthaus.

Eu adorei a estampa do vestido, eu fiz a bainha para deixar no joelho, usei com o sinto que personalizei, e para acompanhar o casaco vermelho, e ficou assim! 
Foto by mãe hehe
Esse casaco vermelho é a peça mais cara do meu guarda roupa, comprei faz um 4 anos, por que eu meti na cabeça que iria comprar um sobretudo vermelho, você não leu errado esse casado era um sobretudo que minha querida mamãe achou melhor cortar (hehe), na época eu paguei R$ 400,00 reais, ele era lindo como sobretudo também,  os sapatos são modelo oxford da Boteiro. 
A minha estante quase não esta bagunçada ~xD
Eu acho muito engraçado quando as pessoas vem me perguntar falando baixinho, como se fosse um segredo, se eu uso vestido ou shorts, se eu não me importava de usar, é uma maneira pudica de perguntar:

-  Ei, você não tem vergonha de mostrar que você é deficiente? 

O jeito envergonhado que vem falar comigo, eu sempre acho engraçado, eu sempre sorrio e respondo, eu acho que isso sempre deixa as pessoas mais desconcertadas ainda. Não! Eu não tenho vergonha/medo de mostrar que eu não tenho uma perna, que uso prótese, e tudo mais, eu me adoro assim então já é suficiente para mim. O espanto das pessoas, quando a naturalidade com que eu falo sobre isso, mostra que as pessoas ainda tem medo de conviver com as diferença. 

Não importa o que seja diferente com você, não tenha medo de viver por medo do que as outras pessoas vão pensar, seja você, se faça feliz. Eu tenho certeza que isso vai te trazer coisas maravilhosas na vida. 

Bjokas, até a Próxima! 

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Mascara para Cílios de Gatinho + Ruiva

Minha cara limpa ~xD
Aqui no Sul está muito frioooooo! E eu adoro *---* Chegou a -6,5 ºC, no meu estado. Oh! Delicia (hehe)

Hoje temos mais compras no Ali Express (hehe), Mascara para Cilios Sweet Cat da Manshili, eu acredito que Manshili seja uma marca própria chinesa, eu não não achei nem uma informação de que seja replica. 

Eu sei que muita gente tem medo de comprar cosméticos da China por não ter certeza do que são feitos, eu também estava com pé atras, mais resolvi arriscar, a Mascara custou U$ 1,95 - hoje está mais caro - frete grátis e não fui taxada. 
A Caixinha é muito fofa *0* 



As cerdas do aplicador são bem macias, pela mascara ser  bem liquida desliza muito bem.

E a formato da embalagem também é muito fofo *---* 
Quando chegou a primeira cosias que eu fiz, foi fazer o teste, coloquei um pouco no meu punho, e deixei por horas, e depois eu no banho eu tirei, e aguardei uma semana, por garantia - não coloquei no cílios por segurança, já que eu não saberia que tipo de reação poderia acontecer e poderia prejudicar os olhos - depois eu usei, e fiquei atenta a alguma reação, mas não ocorreu nada, então fiquei mais tranquila. 

Na descrição do vendedor, diz que é a prova d'água, mais não é muito não, pois qualquer passada de dedo já sai um pouco da mascara, a textura é  um pouco liquida e é fácil de passar, para retirar sai muito fácil, com água morna saiu tudo. 
Eu fui a padaria assim e tirei fotos só para vocês ;) 
Sobre o volume, eu diria que ele realça se você tem cílios volumosos. Eu tenho cílios longos e volumosos e curvados, então dá um destaque, Eu gostei muito, vou comprar mais, para usar no dia a dia, eu não uso muita maquiagem quando eu vou trabalhar ou sair rapidinho, -  como na foto - não gosto de usar o prova d'água,  alem de ser mais pratico para sair,  por que quando você chega de uma festa de madrugada a ultima coisa que você quer fazer é tirar a mascara a prova d'água (haha). 
Vocês devem ter percebido na cor do meu cabelo nas fotos - além das minhas olheiras fundas - que está um vermelho acentuado do que da primeira vez que eu pintei,  pintei neste sábado, com a mesma tinta Yamá 7.66, mas com a água oxigenada de volume 40 da Amend, comprei de 75 ml por R$ 6,95 na mesmo loja de cosmético da minha primeira compra, se você não viu o meu post Pintando o Cabelo em Casa - Ruiva Parte 1 (clique aqui). Mas ainda não está no tom do que eu quero, mais eu quero fazer esse processo com calma e  ver todos dos passos da mudança. 
Como o meu cabelo é cacheado ele esconde um pouco a cor, mais eu estou gostando do como  está indo, quem sabe no Natal eu vou estar mais ruiva (hehe)

Só lembrando de que essa foi minha experiencia com os produtos e com a marca, nem todo mundo pode ter tido a mesma boa experiencia, então se você tem outra opinião ou dica, me conta ;) 

Bjokas, até a próxima!  

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Pintando o Cabelo em Casa - Ruiva Parte 2: A Henna


Henna Creme Surya Brasil - Acaju 
Vamos começar a semana falando de cabelo, vou continuar a minha saga de pintar cabelo em casa, se você não leu a Parte 1 (clique aqui), onde eu falo sobre a tinta que usei e como foi a experiencia. Agora vou falar da minha experiencia que tive com a Henna Creme da Surya Brasil na cor Acaju, essa henna é a base de outras plantas alem da henna para dar o tom da cor, como podem ver na caixa não contem água oxigenada, nem anomia e metais passados, entre outros, é totalmente natural e não é testado em aninais, na loja em que comprei, estava se não me engano por R$ 33,00 reais, se eu fosse comprar pela internet, o produto mais o frete sairia mais caro.  
Tabela de cores para ver como vai ficar seu cabelo com a Henna Surya Brasil
Na caixa tem a tabela para de cores para ver como vai ficar seu cabelo, com a cor que estava meu cabelo, era para ficar como o segundo quadrado da esquerda para direita, imaginando que sempre aumenta um tom, da para saber se você vai gostar mais o menos do resultado. 

Então, eu pintei com a Henna dia 18 de julho - caraca já faz tempo - fiz tudo o que a embalagem disse, usei somente o conteúdo da bisnaga, o meu cabelo era para ficar 60 minutos com a henna na cabela com o plastico em volta - que vem junto na caixa, também vem uma luva mais é aquelas horrorosas que não cabem na mão de tão grande e desengonçada que são. 

Esperei esse tempo, até passou um pouco, porque eu estava entretida vendo um filme que quase esqueci da hora. Foi lavar o cabelo, a henna onde ela pinga ela fica, como eu sou estabanada, sujei o banheiro todo, mais depois de umas esfregadas saí. 
Cabelo com a Henna Surya Brasil na cor Acaju
Eu já sabia que a henna em creme não fixa tanto no cabelo do que a em pó, mas essa com creme devo dizer que não ficou nada no meu cabelo, porque cada vez que eu molhava, principalmente lavava a henna saia muito, e não parara se meu cabelo estive úmido ela escorria, manchei roupa, tolha de banho nem se fala, eu já tinha separado uma porque sabia que iria sair um pouco de tinta do cabelo, mais daquele jeito, foi quase 3 semanas assim, quando eu lava a cor saia em abundancia, e escureceu um pouco meu cabelo. Como ele é cacheado ele já esconde a cor, como escureceu o tom que eu estava antes de passar a( henna).

Mais uma coisa tenho que dizer, meu cabelo ficou e ainda está muito macio e sedoso, e que deixou meus cachos um poucos confusos (hehe), pois eles na primeira semana não sabia se enrolavam ou ondulavam, mais depois eles voltaram a ficar cacheados. 
,Se eu vou voltar a usar a Henna? Bem. não por enquanto, eu quero achar o meu tom de ruivo, e depois quem sabe com a henna em pó para fixar no cabelo, mais por enquanto vamos com passo de tartaruga e aproveitando a experiencia. Acho que henna pode ser uma boa para que quiser realçar a cor, e dar uma hidratada no cabelo.  

Sempre vou postar quando eu pintar o cabelo ou usar alguma coisa diferente. Que vai acontecer muito (hehe)

Só lembrando que essa foi minha experiencia com o produto e com a marca, nem todo mundo pode ter tido a mesma boa experiencia, então se você tem outra opinião ou dica, me conta ;) 

Bjokas, até a próxima!  

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Livro - Formaturas Infernais

Imagem do Tumblr - Sonhos do Inverno 
Esse foi um livro de troca livroxlivros, mas eu nem me lembro qual livro que troquei, porque já faz tempo, olhando para minha  estante procurando qual seria minha vitima, meus olhos passaram por Formaturas Infernais, que é um livros de contos, feitos por Meg Cabot, Stephanie Meyer, Michele Jaffe, Kim Harrison, Lauren Myracie da Editora Garela Record. Como o próprio nome já diz, são contos que acontecem em tudo que envolva em formatura. 

O primeiro conto é da Meg Cabot e se chama "A Filha da Exterminadora",  eu já li a Serie da A Mediadora, eu gostei bastante, gosto da escrita ágil e leve, e aqui temos os mesmo principio, temos a Mary que é uma exterminadora, ela mata vampiros, lobisomem, e outras coisas do mal, e um vampiro está seduzindo sua melhor amiga, e Mary vai ter que mata-lo.

Eu achei  Mary um pouco com a Suze (protagonista da Mediadora) no começo, mas conforme o conto foi desenrolando teve as suas diferenças. Gostei muito desse conto, foi o primeiro e me deixou empolgada para ver os próximos contos. 

- Adam - diz Mary. E tem alguma coisa na maneira como os lábios dela se posicionam para pronunciar meu nome que me deixa louco... sinto como se eu precisasse abraça-lá  e correr pelo quarto ao mesmo tempo. 
O Segundo conto não é de uma autora famosa, ele se chama "O Buquê" da Laurem Myracie, não encontrei nenhum outro livro dela, pode ser que ela escreveu somente para esse livro. O conto O Buquê, foi o mais chatinho e o menor dos contos, não sei ele não agradou, apesar de ter muitos clichês nos contos, mais sempre tem  algum ponto que se destaca. Nesse conto temos a Frankie vai com seus amigos Yun Sun e Will numa Cartomante para dar um indireta direta em Wil convida-lá para o baile de formatura. E lá ele conversam com a Cartomante Madame Z, e descobre sobre um buquê que pode realizar 3 desejos, bem já perceberam que não vai dar muito certo. 

O conto é muito confuso, a Frankie é muito mimada e irritante, como ele é curto ele acaba do nada, eu achei muito estranho quando terminei de lê-lo, se tivesse mais paginas e fosse mais desenvolvido seria melhor, por apesar da temática batida, poderia sair um estoria bem legal. 

O Terceiro conto também não é de uma autora conhecida, ele é da Kim Harrison, e se chama "Madison Avery e a Morte",  esse foi o segundo que eu menos gostei, Madison é também uma protagonista mimada e irritante, mais o desenvolvimento do enredo foi muito bom. Madison vai ao baile de formatura com um cara que o pai dela pediu, mas ela nem queria estar lá, mais depois de discutir com o seu par, ela encontra com o homem misterioso que parece deixar sua noite melhor, só parece. 

Minha definição de um bom conto é que ele tenha como qualquer historia, começo, meio e fim, mais o fim não precisa ser todo redondo, mais o que ele se propôs no começo seja realizando no fim, mais claro que pode ter pontas soltas, e deixar o que o leitor imagine o que vai acontecer depois do evento do conto ter acontecido, isso é sempre gostoso. 

É que encontramos no quarto conto, da Michele Jaffe, ela assim como a duas autoras acima ela também não é conhecida, e conto se chama "Saída Mista",  esse foi o conto que eu mais gostei, o desenvolvimento é ótimo, ele gostoso de ler,  leve e muito engraçado. Mirando é a nosso protagonista, ela tem super poderes, eu achei isso meio Clark Kent, mas no bom sentido, e ele está lidando com eles. Para não ser descoberta ela tem um emprego de motorista, a cliente dela é Sibby, uma menina do interior que vive beijando cada menino que ela encontra, mas essa não é a parte estanha, Sibby esta sendo levada por uma seita, para fazer deus sabe o que. 

"Eu não era uma CDF, nem uma nerd, mesmo que tenha feito parte do clube de fotografia na outra escola. Apesar dos meus esforços, eu aparentemente não me encaixava no clube das Barbies. Eu não era uma gótica, nem uma gênio, nem uma drogada, nem uma das alunas que fingia ser cientista [...]. Não me encaixava em lugar nem um." 
E finalmente o ultimo conto, da Stephenie Meyer, a autora de Crepúsculo, o conto se chama "Inferno na Terra", eu nunca tinha lido nada dela - não li Crepúsculo, mal ai! - eu gostei da escrita e do desenvolvimento do conto, aqui temos todo a ação no baile de formatura, eu achei ótimo, por mais que os outros contos tenha bailes de formatura, mais não acontece totalmente no baile. 

Somos apresentados a  Gabe, que foi largado pelo seu par, que agora está dando em cima de todos os garotos do baile, mas ele percebe que tem alguma coisa erra no baile, mais não sabe o que exatamente, mas ele sente que tem que salvar alguém. Do outro lado temos Sheeb, que vai fazer de tudo para que todos as pessoas ficam infelizes e seja a pior festa de formatura que alguém possa ter. 

Gostei muito do livro, só não sei se vou ler os outros, Beijos Infernais e Férias Infernais, quem sabe se eu tiver a oportunidade, e tiver tempo sobrando por que sempre temos mais livros para ler do que tempo (hehe)

Bjokas, até a próxima! 

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Elástico de Cabelo de Bolhinhas

Depois do feriado, vamos dar continuidade a semana, hoje trago o mais queridinho site da China de compras online, o Ali Express, uns dos maiores do ramo, tem de tudo que se possa imaginar, tudo mesmo, pensou em alguma coisa, com certeza tem na China (haha). 

Bolinhas, bolinhas, minha mãe adora bolinhas, ela me pediu para comprar esses elásticos - amarrador, lacinhos, ou o que for na sua terra (hehe) -  de bolinhas, porque ela é professora da educação infantil, então ela queira acessórios coloridos e bonitinhos para ela interagir com as crianças. 

Eu paguei nos elásticos de bolinhas U$1,54, (agora está mais caro) vem um pacote com 10 elásticos, e o frete gratuito, mas o rastreamento não funcionou, mais chegou certinho, tive que comprar 2 pacotes, como o preço era baratinho, na opção boleto bancário não consegui comprar  talvez se fosse com cartão passaria).  Nesse bolo de elásticos tem 20, quando abri o pacote foi a primeira coisas que fiz foi contar, e não fui taxada. 
Elásticos de Bolinhas *---* 
 Os elásticos são muito fofinhos, o elástico é bem resistente, mas uma coisa que vá atrapalhar é o tecido das bolinhas, não um malha que estica, é um tecido que não cede, dependendo do cabelo talvez não fique ou não dará para dar mais de duas voltas. Como o cabelo da minha mãe é fino vai dar tranquilamente. 
Testando a resistência do elástico 
Eu adoro comprar coisas no Ali Express, então vai ter muito coisas de lá, e também de outros sites da China. 

Só lembrando que essa foi a minha experiencia com os produtos e com a marca, nem todo mundo pode ter tido a mesma boa experiencia, então se você tem outra opinião ou dicas,  me conta ;) 

Bjokas, até a próxima! 

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Pintando o cabelo em casa - Ruiva parte 1

Pintando o cabelo em casa
Bem, acho que na maioria das mulheres pintar o cabelo é um bicho de 7 cabeças, dá aquele frio na barriga e o medo de se arrepender do resultado (isso também vale para cortar o cabelo), minha mãe é uma, e todo vez é sempre o mesmo drama (haha), mas mudar faz parte de todo mundo. Digo, que não tenho desse medo, já raspei o cabelo 2 vezes por causa das quimioterapias e estou sem trauma (hehe).

E eu gosto muito de mudar e experimentar coisas novas sem medo do resultado, o que vier é enfrentar ou achar uma solução sem estresse, e por isso agora vou pintar o cabelo em casa, são tempos de crise, toda vez que eu ia pintar o cabelo eu pagava R$60,00 reais, e eu não fazia todo mês, fazia entre 3 em 3 meses, mesmo assim é MUITO caro. Como aqui em casa estamos tentando economizar, por que não ta fácil para ninguém. 

Acho que todo mundo sabe que o ruivo é a cor que desbota mais rápido do que as outras cores, principalmente se for o ruivo cobre, eu já tive um tom parecido quando meu cabelo estava mais curto, era um 1 ano e meio, depois que eu terminei as minhas quimios (em 2011), então gente cabelo cresce de novo e bem rápido. 

Apesar de achar o ruivo cobre lindo, as meninas que tem o cabelo nesse tom é incrível, e eu prefiro os tons avermelhados, segundos os especialistas é o melhor tom  para cor da minha pele.  Por favor, se você está em tratamento quimioterápico pergunte ao seu medico se você pode pintar o cabelo, mesmo se você já tenha acabado a um tempo, todos os produtos que usei depois das quimios sempre teve supervisão medica para não ter nenhum problema para o sua saúde, mesmo longe das quimios ele  o corpo ainda está se recuperando, Ok?  
Ruivo Cobre! Já faz tempo essa foto ~xD
E depois eu sempre pintei nos tons avermelhados, tudo em salão, por que eu sou bem pata nessas coisas, fazer maquiagem e arrumar o cabelo nem se fala. E eu não sei qual a cor que eu usa lá no salão, eu numa me interessei sobre isso porque era a menina que misturava e colocava no cabelo. Mas ai eu fui pesquisar como pintar o cabelo em casa e descobrir muitas coisas e principalmente que muito mais barato. 
Loiro médio vermelhado Intenso 7.66

Eu comprei a tinta da Yamá, paguei R$ 11,00 reais (arrendondando, por que eu não lembro o preço exato) foi umas das coisas que descobri na minhas pesquisa, é uma das boas tintas para usar no cabelo, eu escolhi o nº 7.66, foi o tom que gostei no mostruário, considerando que sempre fica um tom acima, e também  comprei a água oxigenada, não deu nem R$ 2,00 reias, eu só trouxe porque a atendente que estava me atendendo me falou, por que eu já tinha esquecido de tinha que comprar, eu sou muito pata (haha). 
Aguá Oxigenada Cremosa Ideal 20 volumes
Comprei a de 20 volumes, porque eu fiquei preocupada com o tom como era a primeira vez que estava fazendo em casa, não fui tão ousada - não tenho medo, mais também sou muito precavida. Meu cabelo estava bem desbotado, e com a raiz bem grande, a ultima vez que eu tinha pintando foi em fevereiro para a minha formatura, e depois eu fui relaxando, deu 5 meses, pintei dia 11 de julho. 

Raiz bem grande e o ruivo desbotado
Não sei se podia, mais eu pintei com o cabelo sujo, por que não iria lavar para depois lavar de novo (haha). Meu cabelo é um castanho escuro, ele  parece se grosso mais não é, ele é fino, só que tem muito volume por ser cacheado. 

Não reparem na minha estante bagunçada xD
Fiz tudo que diziam as intrusões dos produtos, para vez como o meu cabelo reagia, geralmente por causa da quimioterapia ele ficou resistente as tinturas e demora muito para pegar a cor, além dele ser cacheado que esconde a cor muitas vezes,  a mistura era 1 para 1, 60g de tinta (o tudo todo) e 60ml da água oxigenada,  fiz a minha mistura e passei no cabelo (eu não minha mãe, por que ela ficou com medo de eu sujar a casa toda haha) e esperei por 45 minutos.  E ficou assim! 
Ruivo avermelhado! Depois de uma semana
Eu esperei uma semana (dia 18 de julho) para ver depois das duas lavagem - sempre lava nos primeiros dias o tom muda -  para ver qual era realmente a cor, e eu adorei esse tom, não da para ver quão avermelhado ele ficou por que o dia estava nublado e estava quase chovendo, mas no sol a cor ele ficou muito linda, eu adorei o resultado, já devia ter feito a muito tempo. A tinta mais a água oxigenada não deu R$ 15,00 reais, com o preço que pagava no salão posso pintar por 6 meses, todo mês. Não desmerecendo o trabalho dos cabeleireiros, porque eles são fera, dão jeito no cabelo quando a gente acha que não tem mais solução, mais com essa crise toda ta difícil gastar tanto assim.  

Todos os produtos eu comprei na loja Chik Cosmético, eu nunca tinha ido, eu gostei bastante fui bem atendida e tem muita variedade de procutos. 

Essa foi a parte 1, da minha experiencia de pintar o cabelo em casa, na parte 2, (clique aqui), vou contar minha experiencia com a henna. 

Só lembrando que essa foi a minha experiencia com os produtos e com a marca, nem todo mundo pode ter tido a mesma boa experiencia, então se você tem outras opiniões, experiencia ou dicas, me conta ;)  

Bjokas, até a próxima! 
 
Sonhos do Inverno Blogger Template by Ipietoon Blogger Template