quinta-feira, 28 de abril de 2016

Look do Dia - Saia Floral

Olá Sonhadores!

Já faz um tempinho - tempão - que não tem Look do Dia, bem como já falei muitas vezes eu odeio o verão e consequentemente o calor, então eu não tenho nenhuma vontade de me vestir "bem", então fiquei devendo, mais agora no que o friozinho esta chegando, de manhã estava 11ºC, demorou mais chegou, na serra de Santa Catarina deu um principio de neve e muita geada.  

Mas meu Look não é de inverno (haha), no ultimo domingo, eu fui ao cinema e eu gostei do que estava vestindo e chamei a minha mãe para tirar as fotos - mamãe sempre junto nas loucuras - apesar do calor infernal fiz um esforço para ficar bem nas foto. 

A saia floral na verdade era um vestido tomara que caia, que não sei a marca, acho que usei ele unas 3 vezes foi muito, mandei para a costureira e virou uma saia. A blusa é da A Colorida, comprei já faz tempo, eu gosto muito dela, tenho muitas peças de roupa na cor preta, ultimamente estou tentando comprar em outras cores, mais a tentação é tanta. Mas as peças na cor preta são as mais bonitas. Sapato oxford da Boteiro, ele não tão confortável, mais é gostoso de usar.
Então, é isso sonhadores, agora estou preparando os looks de inverno que eu amo tanto. 

Bjokas até a próxima ;) 

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Na Cozinha - Sammi Peach Suco de Pêssego

Olá, sonhadores!

Depois do ferido na melhor do que mais comida (haha), estou criando um novo quadro para o blog, Na Cozinha, que será eu aprontando na cozinha, eu sou uma aspirante a cozinheira, mas só aspirante, porque eu sou muito desastrada quando estou cozinhando, mais eu me divirto muito. No Na Cozinha vou trazes varias coisas relacionadas a cozinha, pode ser uma receita, uma comida comprada ou até utensílios para serem usados na cozinha até mesmo eu experimentando alguma coisa. 

Para começar bem de leve, eu trouxe o Sammi Peach Suco de Pespego da Korea, eu estava andando no supermercado e parei na pequena sessão de produtos orientais - geralmente são sempre pequenas nos supermercados - e me deparei com Sammi Peach e logo pensei em trazer para o SdN, e com mais outras ideias. 
Sammi Peach - Suco de Pêssego
A latinha tem 240 ml, o suco tem pedacinhos de pêssegos -  a foto não ficou tão boa, mais da para ver os pedacinhos de pêssego vagando no copo. O suco veio importado da Korea, e se não me engano tinha outro sabor que eu não lembro agora e também não me lembro do valor exato mais não chegou os R$ 3,00 reais. 

Agora minha impressão, bem, é BEM doce com o cheiro e gosto de pêssego bem forte, e os pedacinhos de pêssegos me mataram eu odeio quando alguma bebida tem alguma coisa solida, por isso eu não gosto de ovomaltine. Talvez se não fosse tão doce e não tivessem os pecadinhos de pêssego, eu teria gostado mais. Que foi uma pena porque eu queria que fosse bom (haha) 

Nos próximos post vou me aventurar na cozinha! 

Bjokas e até a próxima! 

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Filme - Hush: A Morte Ouve

Imagem retirada da internet 
Olá, Sonhadores!

Recentemente eu assinei o Netflix, e quando eu disse isso para alguma pessoas, elas me disseram: "-Para que! Só tem filme repetido" e minha resposta foi: "- Bem, pelo menos eu escolho o FILME REPETIDO que eu vou ver". Fazendo a minha referencia para a TV por assinatura que também passam filmes repedidos, e muitas vezes varias vezes ao dia e em diferentes canais, no qual eu também tenho (haha).

Mas essa não minha discursarão, no domingo, eu acho, estava fuçando os filmes do Netflix e me deparei com o Hush – A Morte Ouve do ano de 2016 minha gente, olha a minha surpresa. O que andei vendo pela internet foi que a Netfix comprou os direitos de lançar o filme, que quer dizer que esse filme você vai  ver na Netflix e depois em algum outro cana de TV por assinatura, foi o que eu entendi, mas um diferencial da Netflix. Foi ver a sinopse e não era algo interessante, veja agora:


Depois de perder sua audição quando adolescente, Maddie Young viveu uma vida de isolamento totalmente recuada em seu mundo silencioso. Porém, quando o rosto mascarado de um assassino psicótico aparece na janela de sua casa ela deve ultrapassar seus limites físicos e psicológicos para poder sobreviver uma noite. ( Fonte: Filmow)


A protagonista é Maddie, interpretada por Kate Siegel, que fez O Espelho (2014), dirigido por Mike Flanagan que também  dirigiu O Espelho (2014), com os gêneros de terror e thriller.

Parece o mesmo do mesmo, uma mulher vive sozinha, no meio do "mato", literalmente, sem vizinhos próximos, e aparece um psicopata para mata-la sem motivo. Mais tudo muda com a personagem é surda. 

Imagem da Internet

Apesar da sinopse dizer que ela é só surda, no filme explica que ela, por causa de uma acidente ela ficou surda, mais também muda, pelo acidente também ter afetado sua cordas vocais, por que as vezes os surdos conseguem "fala" algumas palavras, e eles conseguem fazer sons. Já a Maddie nossa queria e carismática protagonista, não consegue emitir sons vocais, por suas cordas vocais estarem, acho que posso dizer , destruídas.
Imagem do Netflix

Deferente dos outros filmes, que tem uma trilha sonora alta nas cenas , estilo Psicose, mas Hush – A Morte Ouve, quase não tem, é o silencio e as respirações pesadas da Maddie que fazem ficarmos presos no sofá de olhos fixos na TV, pensando em mil alternativas de se fosse você lá o que fazia, quando estava vendo acho que tive mais de 7 (haha), a maioria delas foram de prevenção, serio apresar de ser surda muda, querer ser independente, não causar trabalhos para os outros, eu teria varias rotas de fugas para se acontecesse alguma coisa, ter como fugir ou como chegar alguém para ajudar. Coisa que a Meddie não tinha. Apesar de ninguém esperar que um Serial Killer vai aparecer na sua porta, mas se ela morasse no Brasil tenho com certeza que ela teria pensando. (hehe).
Imagem da Internet
A nossa protagonista a Maddie, eu achei a interpretação dela muito boa, que me fez quase acreditar que ela era realmente surda, a língua de sinal, a libra, que ela usou no filme pareceu tão natural, tão dela, que me deu vontade de aprender libras. Como o filme todo quase não tem diálogos, as expressões da Maddie e suas atitudes moveram o filme, teve uma cena a que eu mais gostei, foi quando ela parou e pensou nas possibilidades de ela fugir do assassino, e teve várias situações em que ela se viu morrer, e a voz dela apareceu mostrando os seus pensamento. E é claro que também tem os clichês, mas isso não foi incomodo.

Eu recomendo esse filme, para quem gosta do gênero, é algo muito diferente de assistir, e para que não gosta, bem, vale muito a pena sentir aquele medinho para ver o final.

Assista o Trailer



Bjokas, até a próxima!
 
Sonhos do Inverno Blogger Template by Ipietoon Blogger Template